Clique aqui e receba nossa

NEWSLETTER

BOOKMARKS

Eco Cidades
Botucatu SP

Botucatu SP

Botucatu é um município no interior do estado de São Paulo, no Brasil. Localiza-se a 22º53'09" de latitude sul, 48º26'42" de longitude oeste. Está a 804 metros de altitude. Dista 235 km da capital São Paulo, à qual se interliga pelas rodovias Marechal Rondon e Castelo Branco. A população estimada em 2009 foi de 130 348 habitantes.[7] O nome do município provém do termo tupi ybytukatu, que significa "bons ares, bom vento", através da junção dos termos ybytu ("ar, vento") e katu ("bom")[8]. O marco zero da cidade está localizado na Praça Emílio Pedutti ("Praça do Bosque"). O município possui clima ameno (temperatura média de 22°C) e altitude relativamente elevada, que varia de 756 metros na baixada (antigo matadouro) a 920 metros no Morro de Rubião Júnior (ponto mais alto).

.: Dados Gerais
agenda

Lendas A região de Botucatu é, por muitos, considerada mística dada a significativa quantidade de lendas que a envolvem. Além de rota de passagem para os Incas conhecido como Caminho do Peabiru, ali teria sido também lugar de rituais desses e outros povos. Existe um conjunto de elevações rochosas conhecida como Três Pedras, que vistas de longe parecem um gigante deitado. Diz-se que por ali eram os locais onde se realizavam os rituais. Hoje em dia, existem pessoas que vão para este local acampar em busca de retiro espiritual, apesar do grande número de cobras no local. Ainda dentro das lendas, cabe destacar o folclórico personagem do Saci. Este clássico do folclore brasileiro encontrou em Botucatu o seu lar. Imortalizado pelos moradores - que fazem questão de dizer aos visitantes que já viram um Saci, este personagem ganhou até mesmo uma Associação Nacional de Criadores de Saci, com sede no município, evidentemente com o intuito de divulgar o folclore. A partir daí, passou a ser também conhecida como a Capital Nacional do Saci.

.: Sustentabilidade
agenda

A Secretaria do Meio Ambiente de Botucatu foi constituída em 1999 e se firmou na gestão pública municipal a partir de 2001. O meio ambiente, entendido como o lugar onde interagimos, vivemos e transformamos, faz com que tenhamos a cidade e a zona rural, como o meio ambiente humano, em uma distribuição populacional de 70% e 30% respectivamente, no caso de Botucatu. Com isso, temos que este meio é de extrema importância para a qualidade de vida dos seres humanos que o habitam e por isso, merece atenção, respeito e cuidados. No histórico da gestão pública municipal do Brasil, vê-se nitidamente que pouco valor foi atribuído ao meio ambiente urbano no processo de desenvolvimento das cidades e logo, a sua degradação foi significativa e altamente negativa, provocando prejuízos não só para a comunidade como também para a gestão pública e para toda a vida do planeta. É neste cenário que se inscreve a importância do órgão municipal de meio ambiente. Ainda hoje, em nosso país, poucas são as prefeituras que dão a verdadeira importância aos assuntos relacionados ao ambiente e que canalizam esforços para esta dimensão do espaço urbano e da vida. Ter uma secretaria municipal de meio ambiente é ter a garantia de um governo local compromissado com o desenvolvimento sustentável e preocupado com o rumo do crescimento urbano e rural com qualidade e com a conservação dos atributos naturais. Botucatu, como todas as cidades no Brasil, enfrenta uma diversidade de desafios para a gestão ambiental pública, no entanto, diferente da maioria das cidades brasileiras, ela conta com uma equipe técnica, reunida na Secretaria Municipal do Meio Ambiente, com exclusiva função de gerenciamento e fiscalização destas questões. É importante ressaltar que todos os processos de gestão ambiental, todas as nossas ações sobre o ambiente e os benefícios deste gerenciamento ambiental, serão de fato expressados no decorrer dos próximos anos e das próximas gerações, pois lidamos com uma diversidade de problemas já instalados no meio ambiente a mais de décadas. Temos muito para preservar, mas também temos muito para revitalizar. O meio ambiente seguro e saudável é fundamental para a vida com qualidade, e não é apenas na Secretaria Municipal do Meio Ambiente que devemos confiar esta importante missão. É importante que cada indivíduo, cada cidadão botucatuense, pense e repense seu modo de vida e a sua relação com a cidade, com o meio urbano e com o meio rural e só assim, teremos ousadia para acreditar em um amanhã mais florido, com rios saudáveis, com ruas limpas e com uma Botucatu cheia de vida. Nossa Missão: Orientar tecnicamente a gestão municipal de Botucatu em uma perspectiva de gestão ambiental, de modo que todas as atividades que envolvam intervenção no ambiente natural sejam bem planejadas, evitando desta forma, maiores impactos ao meio e permitam maior conservação da natureza e das propriedades ecológicas do ambiente. Promover a formação de consciência ecológica e a participação da sociedade em projetos e processos de decisão e de ação, que visem à melhora da qualidade de vida através da melhora da qualidade ambiental.

.: Meio Ambiente
agenda

Cachoeira da Pedreira Localizada na Rodovia Marechal Rondon (pavimentada) Localizada na Fazenda Pavuna Distância: 15 km do centro da cidade Recursos naturais: Cachoeira com duas quedas (80m e 20m de altura). Podem-se observar espécies variadas de flora, assim como rochas peculiares da formação do local. O acesso é feito por trilha em mata natural com dificuldade de nível máximo. Para visitação é necessário monitoramento. Cachoeiras da Fazenda Canela Localizadas na Rodovia Marechal Rondon (pavimentada) Distância: 10 km do centro da cidade Recursos naturais: Três cachoeiras (duas com cerca de 20m e uma com 75m de altura), com lagos e próprias para banho. O acesso é feito por trilha em mata natural com dificuldade de nível máximo. Para visitação é necessário monitoramento. Cachoeira Paula Souza Localizada na Estrada Domingos Sartori (pavimentada) no Distrito de Rubião Júnior, no caminho para a fazenda Morrinhos. Distância: 20 km do centro da cidade Recursos naturais: Cachoeira (8m de altura), cercada por uma mata de “cerradão” e plantações de eucalipto. Para visitação é necessário monitoramento. Cachoeira da Indiana Localizado na Estrada Indiana (não pavimentada), próxima à antiga Usina Indiana. Distância: 15 km do centro da cidade. Recursos naturais: Cachoeiras de 15m de altura com lagos para banho e escorregador natural. O acesso é feito por trilha em mata natural com dificuldade de nível médio. Para visitação é necessário monitoramento. Fazenda Pavuna Recursos Naturais: Grande lago de água potável (para banho), 4 cachoeiras (com quedas de 80m, 60m e 20m) todas com lago para banho. Além do banho, podem-se praticar os esportes radicais. As trilhas de acesso para as cachoeiras são de nível médio e difícil, em mata natural, na Cuesta de Botucatu. É cobrada taxa de visitação e a visita é autoguiada. Propriedade particular localizada na Rodovia Marechal Rondon km 256 (sentido Botucatu- São Manuel)Contato: 91786433/ 91681700 Complexo Turístico Véu de Noiva Localização: Rodovia Variante da Serra (asfaltada) e BTC-476 (não pavimentada). Distância: 12 km do centro da cidade Recursos naturais: Rio Pardo - represa e cascata (com queda 6m de altura), mata natural e de reflorestamento. Infra-estrutura: área de lazer e descanso, estacionamento, tobogã aquático com 50 m de comprimento, quiosques, churrasqueiras, bar/lanchonete e sanitários públicos. Monitores cadastrados Augusto César Tecchio (14) 3882-9549 / 9708-8084 julianagspadaro@hotmail.com Guia credenciado pela Embratur Mario Carlos Guilherme Mezzena (14) 9708-5021 / 3882-9892 Silvia Dionísio (Monitora ambiental e cultural) (14) 9708-5823 e-mail: sil.dionisio@hotmail.com Maurício Geraldo Bertoso nenebertoso@uol.com.br Guia credenciado pela Embratur Botucatur Turismo Rua Dr. Costa Leite, 356 – Botucatu SP Cep – 18.603.690 Fone 14 38825001 E-mail: botucatur@botucatur.com.br www.botucatur.com.br Roberta Sartor - Monitora Cultural e Ambiental (14)8814-7200 ou (14)3813-2345 e-mail: roberta.cosmus@hotmail.com Café Somé – Restaurante, Pousada e Conveniência Situada na Fazenda Demétria, a 13 km da cidade de Botucatu. As refeições oferecidas no Restaurante Somé são preferencialmente preparadas com produtos provenientes do cultivo biodinâmico de sua própria chácara e dos vizinhos da Estância Demétria e Sítio Bahia. Na falta destes produtos, utilizam alimentos produzidos organicamente. Somente quando não se apresentam alternativas, utilizam produtos convencionais. Não adquirem produtos transgênicos, baseando-nos no Guia do Consumidor editado pelo Greenpeace. A pousada pode acomodar 36 pessoas, em quatro quartos e cinco apartamentos. Reservas com certa antecedência. A Loja de Conveniências Café Somé oferece uma gama de produtos naturais, orgânicos e biodinâmicos. Além de alimentos como café, macarrão, açúcar, arroz, sucos e muitos outros, também se encontram à disposição do consumidor alguns cosméticos e medicamentos do Laboratório Weleda, bem como produtos de limpeza, cosméticos, suco e alguns medicamentos da Cassiopéia. Livros da Editora Antroposófica e de outras editoras ocupam lugar de destaque. • Feira Chão & Gente • Hortaliças e produtos biodinâmicos e artesanato. Câmpus da Unesp - Fazenda Lageado Localizado na Rodovia José Barbosa de Barros (pavimentada), de fácil acesso, em boas condições e com boa sinalização. Propriedade da Unesp, a fazenda situa-se a cerca de 3 km do centro da cidade. Atrativos: Há atividades de Educação Ambiental, em trilhas criadas por estudantes da Unesp, bosques, fontes e uma cascata. Existem edifícios que abrigam departamentos da Faculdade de Ciências Agronômicas, Zootecnia e Engenharia Florestal da Unesp. Aberta ao público, sem cobrança de ingresso. Câmpus da Unesp – Rubião Junior A sede administrativa está localizada na Universidade Estadual Paulista - UNESP, Campus de Botucatu, no Instituto de Biociências – Distrito de Rubião Júnior. Onde ocupa uma área de 26.734,00 m2. A área total do campus é de 962.455.01 m2 nos quais há quatro unidades: Faculdade de Medicina, Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, Faculdade de Ciências Agrárias, Instituto de Biociências, Secretarias, Biblioteca Central, Serviço Técnico de Informática, 3 unidades auxiliares, 2 quadras poliesportivas, Moradia Estudantil, Creche, Salas de aula, de estudo, de pesquisadores, além de Laboratórios, Biotério Central, Viveiros, Berçários, Estufas. Centro Histórico Prefeitura Municipal Localizada na Praça Pedro Torres, 100 – Centro. Telefone: (14) 3814-1111 O início da construção do prédio foi no final da década de 1930, com finalidade inicial foi de ser a sede regional dos correios e telégrafos. A inauguração ocorreu em 24 de outubro de 1940. Em 1975 foi extinta a sede dos correios e telégrafos, e ocupado pela prefeitura municipal em janeiro de 1977. Casa das Meninas Localizada na Praça D. Luís Maria de Santana, s/n – Centro. Foi inaugurada em 8 de dezembro de 1927, quem financiou a construção do prédio foi o Coronel Amando de Barros, deixando em testamento a casa para recolher e cuidar de meninas carentes. Atualmente cuida de crianças carentes, de 6 a 14 anos, no regime semi-internato e é sustentada por doações e atualmente atende 70 crianças. Basílica Menor de Santana - Catedral de Botucatu Localizada na Praça Dom Luís Maria de Santana, 176 – Centro. Telefone: (14) 3882-0966 Horário de Funcionamento: aberta de segunda à sexta, das 8h às 11h e das 13h30 às 17h. Sábado, das 15h às 19h e domingo nos horários de missas (7h30/9h30/19h). A igreja é a principal edificação do centro histórico e tem estilo arquitetônico gótico tendo a assinatura do projeto o engenheiro Cav. J. Sachetti. A oito de dezembro de 1.927, dois anos após sua chegada a Botucatu, Dom Carlos Duarte Costa lançou solenemente a pedra fundamental da nova Catedral de Santana, com a presença do então Presidente do Estado Júlio Prestes, mas a Catedral de Botucatu foi inaugurada no dia oito de dezembro de 1.943, dezesseis anos após o início da construção. A igreja passou por várias reformas desde sua fundação. Santa Casa de Misericórdia Localizada na Praça Isabel Arruda, 134 – Centro. Telefone: (14) 3882-2122 Hospital com atendimento a convênios e particulares. A idéia da criação de um hospital para atendimento a convênios e particulares foi do médico residente em Botucatu desde 1884, Dr. Antonio José da Costa Leite, As doações para a construção do prédio foi feita por D. Isabel Franco de Arruda e a outra parte do Sr. Antonio Ferreira da Silva Veiga, o Russo. A decisão da construção do prédio ocorreu em fevereiro de 1893, em reunião da sociedade de misericórdia de Botucatu e ficou encarregado da construção o Dr. Costa Leite. O inicio da construção do prédio foi em 07 de outubro de 1894 e a inauguração do hospital ocorreu em 24 de maio de 1895. Antigo Fórum Localizado na Praça Rui Barbosa, s/n – Centro. Foi criado em 1920, seu projeto foi assinado pelo renomado arquiteto Ramos de Azevedo, a escolha do local foi ótima, mas foi contestado por causa do terreno escolhido ter sido um antigo cemitério. Acolheu também as funções de policiais e cadeia pública até serem transferidas para o local atual. Um fato curioso é que eram presos no porão do edifício doentes mentais e, à noite, gritavam e cantarolavam. Então a população que tinha contestado o local escolhido para a construção acreditava que eram espíritos à procura dos seus ossos, e até hoje muitos acreditam que o local é assombrado. O fórum recebeu o nome do Desembargador Alcides Ferrari em homenagem ao primeiro advogado nascido em Botucatu. Colégio Arquidiocesano La Salle Localizado na Praça D. Luís Maria de Santana, 272 – Centro - CEP: 18600-440 – Telefone: (14) 3882-2023. Inaugurado em 25 de março de 1911, foi construído para abrigar o Seminário Menor de Botucatu, idealizado pelo Bispo Dom Lúcio. Em 1913 o Bispo Dom Lúcio Antunes de Souza organizou um colégio para rapazes e em 1959, o Bispo Dom Luís Maria de Santana vendeu o prédio para a Associação Brasileira de Educadores La Sallistas que continuou e aperfeiçoou o sistema de ensino. Hoje é um colégio de Educação Infantil, Ensino Fundamental I e II e Ensino Médio e o que destaca o colégio é a Banda Marcial que está entre as 10 melhores bandas do estado de São Paulo. Colégio Santa Marcelina Localizado na Rua Dr. Costa Leite, 548 – Centro. Telefone: (14) 3882-0577 / 3882-5803 A cidade foi escolhida como local para ser estabelecida a Congregação das irmãs Marcelinas fundada em Milão; promovendo a educação para moças de Botucatu e Região, o primeiro nome do colégio era Colégio dos Anjos, com vários cursos e internato e com a reforma do ensino, em 1953, o colégio passou a denominar-se Instituto Santa Marcelina. O que mais destaca o colégio, além dos cursos regulares, é a formação musical, possuindo, inclusive, o Conservatório. Atualmente é um colégio de Ensino Médio e Fundamental I e II e Educação Infantil. EECA – Escola Normal Localizado na Praça Pedro Torres, s/n º - Centro - CEP: 18600-010 A idéia era criar uma escola Normal para a formação de professores primários, a princípio as primeiras aulas aconteceram em uma sala no edifício do Consulado Português e uma sala no prédio da Conferência Vicentina. A inauguração da 1° aula foi no dia 16 de maio de 1911 e a construção do edifício iniciou-se em 1913 e foi concluído em 1915. A inauguração oficial do prédio ocorreu em 24 de maio de 1916. Grupo Escolar Cardoso de Almeida Localizado na Praça Prof. Martinho Nogueira, s/n – Centro. Foi criado em 1985, funcionando provisoriamente em um prédio adaptado na Rua Cesário Alvim (atual João Passos). A antiga flor-de-lis imposta no frontão do edifício em estilo gótico é devido ao arquiteto do edifício Victor Dubugras. A inauguração ocorreu em setembro de 1986, era um prédio muito requintado e cheio de detalhes, por exemplo, as telhas foram importadas da França. Escola do Meio Ambiente Localizada na Rodovia Gastão Dal Farra, de fácil acesso, pista simples, pavimentada, a 4 km do centro. Possui uma área de reserva de aproximadamente 12 hectares. Dentro de sua área, há a antiga Represa da Sabesp. Nessa unidade de conservação, ocorre à vegetação florestal estacional semidecidual, mata ciliar e cerrado arbóreo denso (cerradão). EMA: 38139251 Site: http://www.botucatu.sp.gov.br/ema/ E-mail: ema@botucatu.sp.gov.br Feira de Arte e Lazer da Cuesta A feira acontece durante um final de semana do mês,congrega em si uma grande diversidade de produtos e técnicas artesanais propiciando ainda espaço para apresentações artísticas e musicais. Há também uma praça de alimentação e uma de diversões. A realização da Feira se alterna na Praça do Bosque (das 9h às 17h) e no Largo da Catedral defronte a escola Cardosinho (das 10h às 22h). Feira dos Orgânicos Em Botucatu, um diferencial é a produção orgânica e como esta produção é comercializada. Sitiantes e fazendeiros vêm pessoalmente negociar seus produtos: frutas, legumes, verduras, cereais, bolos, pães, queijos, iogurtes, confeitos, tudo fresquíssimo e com selo de qualidade total. Acontece aos sábados no Espaço Cultural – Avenida Dom Lúcio, 755, das 7h às 13h. Gigante Deitado Limite entre os municípios de Botucatu, Bofete e Pardinho. Conjunto rochoso, esculpido pela erosão do solo pelo vento, que, visto de longe, assemelha-se a um gigante deitado, destacando-se três partes: a cabeça, a barriga e os pés. O morro que constituiria a barriga do gigante possui mata nativa preservada e diz-se que é a moradia dos “sacis” de Botucatu. O conjunto rochoso que seriam os pés é, na verdade, um grupo de três morros, também conhecidos como Três Pedras. Necessita monitoramento. Mirante das Três Pedras Localizado na Cuesta de Botucatu, a 10 km do centro da cidade de Botucatu. Para visitação é necessário monitoramento. Atrativos: O morro de observação fica a 50m do solo local. Pode-se praticar, além da observação das pedras, rappel e escaladas, porém, deve-se ressaltar que a prática das duas últimas modalidades exige o acompanhamento de pessoal especializado. Morro do Peru Localizado na Estrada BTC-020 (não pavimentada), a 5 km do centro. Atrativos: Consiste em um local histórico. Possui vista panorâmica da Cuesta e riachos. Para visitação é necessário monitoramento. Morro de Rubião Júnior Localizado na Rodovia Domingos Sartori (pavimentada), a cerca de 5 km do centro, no Distrito de Rubião Júnior. Atrativos: Consiste em um dos mirantes da cidade. Há uma série de formações rochosas, além da Igreja de Santo Antônio, em forma de castelo medieval, na qual ocorrem festas religiosas. O local é aberto ao público, com área para estacionamento e sem cobrança de ingresso. Visitas noturnas são proibidas. Existe também a Cascata de Rubião Júnior, localizada atrás do Morro. Atualmente o local encontra-se em fase de restauração. Parque Amaral Amando de Barros Localizado em área urbana, no Bairro Jardim Paraíso. O parque possui 10 hectares com mata nativa, nascentes no local e córregos. Os Projetos e atividades elaborados pelos gestores do Parque são pensados de forma a recuperar as características naturais da área, porém sem deixar de oferecer muito conforto e lazer aos visitantes. Atividades de lazer praticadas no local: O parque conta com uma estrutura formada por brinquedos de aventura feitos de madeira, quiosques, trilhas em mata, e ponte sobre um córrego cuja nascente fica situado dentro do mesmo. Eventos são realizados aos finais de semana, sempre primando pela qualidade cultural, além de apresentações teatro, mostras de dança, atividades físicas, trilhas e ginástica. Pessoas interessadas em mais informações sobre a programação e o projeto, podem entrar em contato com a Secretaria de Meio Ambiente pelo telefone 3882-1290 ou pelo e-mail sema@botucatu.sp.gov.br. Praça Brasil-Japão Localizada Rua Ranimiro Lotufo, s/nº. Praça inspirada na arquitetura nipônica. Conta com um lago com carpas, uma ponte, playground, caixa de areia para crianças. Toda a sua calçada interna foi planejada de forma que as crianças possam andar sem ter acesso à rua. Existem nela três portais japoneses, e segundo a tradição faz-se um pedido ao passar pela primeira vez em cada um deles. Praça Coronel Moura – Paratodos Localizada na Confluência da Rua Amando de Barros com a Avenida Floriano Peixoto Atrativos: Concha acústica com palco e arquibancada, jardins planos para feiras e exposições. Rio Bonito Localizado no Bairro do Rio Bonito, com acesso pela Rodovia Alcides Soares, asfaltada, de pista única. Distância: 30 km do centro da cidade. Possui um ancoradouro, de onde partem os barcos para passeio. Podem-se praticar esportes náuticos, como jet-ski, veleiro, caiaque, ski aquático. Entrar em contato com Rui Pirré: 97298592/ 38817195 Roteiro da Biodinâmica Passeio guiado pela Chácara Somé Descubra por que o sabor e a qualidade dos produtos originados do cultivo biodinâmico são incomparavelmente superiores! Você pode certificar-se dos efeitos benéficos desse cultivo para a sua saúde, para o meio ambiente e para a sua economia e a do nosso país. A diferença vem do método de cultivo da terra que você pode conhecer neste passeio. Esse caminho diferenciado chamado “agricultura biodinâmica”, estrutura e trata da propriedade como um organismo vivo, auto-sustentável e integrado que, pelo manejo, ativa e equilibra as forças da natureza gerando fertilidade e alimentos vitalizados. Vitalidade que você não vê, mas pode sentir no sabor, no bem estar do seu organismo e no seu bolso... Participe do passeio e descubra por que. Veja mais em www.elo.org.br Sítio Caipirinha Localizado no município de Botucatu, SP, próximo ao Bairro Demétria, é o primeiro laticínio orgânico artesanal do país. Os alimentos produzidos no Sítio Caipirinha conservam suas propriedades básicas, pois não utilizam conservantes e o manejo do rebanho é feito sem a utilização de produtos químicos, antibióticos ou hormônios. Produtos Comercializados: Leite orgânico integral e desnatado, Iogurte natural, Iogurte desnatado, Iogurte de morango, Manteiga, Queijo frescal, Ricota fresca e Ricota temperada. Mais informações no site: http://www.bairrodemetria.com.br/sitiocaipirinha.htm Teatro Municipal “Camillo Fernandez Dinucci” Localizado na Praça Coronel Moura, 27 – Centro. Atendimento ao público: Segunda à sexta das 8 às 12h e das 14 às 18h. A programação pode ser obtida pelos fones: (14) 3882-9004 e Secretaria de Cultura (14) 3882-0133. MUSEUS Museu de Arte Contemporânea “Itajahy Martins” Localizado na Avenida Dom Lúcio, 755 – Centro – Espaço Cultural. Atrativos culturais: possui em seu acervo mais de 50 peças de pintores contemporâneos Horário de funcionamento: Terça-feira das 9 às 12h e das 14 às 18h e aos sábados das 9 às 14h Fone: (14) 3882-0133 (Espaço Cultural) – Entrada Franca Museu do Café Localizado na Fazenda Lageado – Casa Grande Atrativos culturais: acervo relacionado à cultura do café e sua história no espaço regional. Horário de funcionamento: Segunda à sexta das 9h às 11h e das 14h às 17h - Sábados, domingos e feriados das 12h às 17h. Fone: (14) 3811-7240 - Entrada Franca (para mais informações ou para agendamento de excursões). E-mail: museudocafe@fca.unesp.br Site: www.fca.unesp.br/areahistorica Museu do Boiadeiro Localizado na Praça José de Souza Nogueira, 140 – Distrito de Rubião Júnior. Atrativos culturais: também tem como acervo peças referentes à vida e a atividade do peão de boiadeiro e outros elementos que fogem à temática. Horário de funcionamento: Diariamente das 9 às 11h e das 13 às 17h Fone: (14) 3813-8245 – Entrada Franca Museu do Caboclo Localizado na Estância Demétria, com acesso pela estrada BTC-476 (não pavimentada) caminho do Complexo Turístico do Véu de Noiva. Atrativos culturais: tem como acervo peças referentes à vida e a atividade do peão de boiadeiro. Horário de funcionamento: Diariamente das 8 às 18h / Entrada franca Agendamento de Visitas: (14) 9798-2517 (Fernando) ou (14) 91487890 (André) Museu Histórico e Pedagógico “Francisco Blasi” Localizado na Avenida Dom Lúcio, 755 – Centro (Espaço Cultural) Atrativos culturais: possui acervo eclético, com objetos pertencentes a moradores da cidade. Horário de funcionamento: Segunda à sexta das 8 às 11h e das 14 às 17h Fone: (14) 3882-1747 (Salgado) – Entrada Franca

.: Educação & Cultura Ambiental
agenda

.

.: Urbanismo e Habitação Sustentável
agenda

.

.: Resíduos (Lixo / Esgoto) & Reciclagem
agenda

.

.: Recursos Renováveis (Água e Energia)
agenda

Hidrografia Nascente do Rio PardoO município é drenado por duas bacias hidrográficas: do Rio Tietê, ao norte e do Rio Pardo, ao sul. A bacia hidrográfica do rio Tietê, ocupa uma área de aproximadamente 77 300 hectares do município. Os afluentes do rio Tietê no município são: rio Alambari e rio Capivara. O Rio Alambari, na divisa do município de Anhembi possui como principais afluentes os córregos Nova América, do Rodrigues, Petiço, Oiti e Sete Guarantãs. O Rio Capivara possui como principais afluentes os ribeirões e córregos Araquá e Capivara. A foz do Rio Piracicaba, um dos principais afluentes do rio Tietê, encontra-se também no município de Botucatu. A bacia hidrográfica do Rio Pardo ocupa uma área de aproximadamente 72 100 hectares das terras de Botucatu, sendo o Rio Pardo um afluente do Rio Paranapanema. Ele percorre uma extensão de 67 km no município de Botucatu.

.: Economia Sustentável Municipal
agenda

.

201267

Numero de Visitas da Eco Cidade

nesta página desde


.: CONTATOS
endereco

Rua General Telles, 1603 .
Centro, Botucatu - SP
CEP: 16602-120

E-mail: meioambiente@botucatu.sp.gov.br
Telefone: (14) 3882 1240
Skype: botucatu.10
Twitter: @botucatu
Site: www.meioambiente.botucatu.sp.gov.br
Blog: www.botucatu.sp.gov.br

.: MURAL
agenda

Últimas postagens

.: AUTENTICAÇÃO
agenda